Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Polícia Militar de Meleiro deflagra campanha contra fraudes e golpes

Publicado em 18/11/2022 às 22:01 - Atualizado em 18/11/2022 às 22:25

Panfleto que está sendo distribuído em Meleiro alertando a população Baixar Imagem

Prevenção!

A Polícia Militar de Meleiro, com as parcerias da Polícia Civil e Banco Siccob/Credisulca, iniciou a campanha de prevenção e conscientização com o intuito de evitar que as pessoas sejam vítimas de golpes e fraudes. Segundo o Sargento Guizzo, iniciou-se a campanha com palestras nos grupos de idosos do Centro e de Sapiranga. “Iniciamos com os idosos por serem potenciais alvos deste tipo de golpe, que é um estelionato”.
Conforme o relato do Sargento Guizzo, segundo levantamento da Polícia Militar, no ano passado houve 42 registros de ocorrências de Estelionatos na cidade de Meleiro, neste ano os casos superam os números do ano anterior. “Não somente a lesão patrimonial deve ser considerada nestes casos, mas também o trauma que as vítimas sofrem, que pode levar até mesmo à depressão, deixando as vítimas com a saúde abalada”, frisa.

Casos registrados no Município

Dentre os casos já registrados em Meleiro que chamou a atenção foi a suposta venda de um veículo por meio de plataforma de venda virtual, em que o cidadão deslocou de outra cidade veio até a cidade para ver o veículo, mas acabou realizando o pagamento via pix para um terceiro, o golpista, que estava intermediando a venda.
Outra ocorrência foi a de uma pessoa que comprou veículo pelo Facebook. Após realizado três depositas via Pix o suposto vendedor, que na verdade era um golpista, desapareceu, deixando o comprador sem veículo e sem dinheiro. Mas o golpe mais comum é da vítima que recebe uma mensagem de WhatsApp de um golpista que se passa por um familiar, seja um filho, irmão, etc., sempre pedindo um ajuda emergencial por meio de uma transferência de valores via pix ou por pagamento de boleto (no caso um falso boleto bancário). “Nestes casos, a pessoa que recebe esse tipo de mensagem deve imediatamente desconfiar e buscar fazer contato com o familiar, de preferência pessoalmente ou por uma chamada de vídeo, para ter a absoluta certeza de que aquele familiar realmente necessita de uma ajuda emergencial”, destaca o Sargento Guizzo.

Outro problema são os supostos relacionamentos virtuais, onde o golpista se passa por uma pessoa com perfil falso e inicia uma conversa e logo em seguida passa a enviar fotos intimas para a vítima, para então iniciar uma série de ameaças. Nestes casos os golpistas se passam até mesmo por Policiais, e passam a exigir dinheiro para a pessoa não responder criminalmente ou até mesmo presa.
As pessoas devem ficar atentas a todos os tipos de contatos desconhecidos que recebam pelo celular, seja em casos de oferta de empréstimos, supostos contatos se do INSS ou instituições bancárias, etc,. Na dúvida, para maior segurança, sempre procure ir até instituições para buscar auxílio e nunca repassem fotos de documentos pessoais ou cartões bancários pelo celular.
A orientação é que a vítima procure a polícia o quanto antes perceba o golpe, para que seja registrado o fato na Polícia Militar ou Polícia Civil, e providências possam serem tomadas junto a instituições financeiras, a tempo, explicou.